A História do Android

A Google anunciou há menos de um mês o Android M durante a Google I/O 2015 – conferência para desenvolvedores realizada anualmente pela empresa. O novo sabor promete trazer mais algumas novidades ao SO, como permissões independentes para os apps, pagamento móvel facilitado, links diretos para programas e muito mais.

O Android M dá continuidade às implantações promovidas em um sistema operacional que vem sendo atualizado continuamente – e em ritmo veloz – desde que foi lançado em 2008. Trata-se de mais uma peça em um complicado ecossistema gerenciado pela Google e todos os seus parceiros espalhados pelo planeta.

Um sistema para câmeras

O Android é um sistema operacional que tem base no kernel do Linux, criado em 2003 por Andy Rubin, Rico Miner e Nick Sears, os fundadores da empresa Android Inc. Com o sistema, o objetivo do trio era criar dispositivos móveis mais inteligentes, conscientes de sua localização e das preferências do proprietário.

A intenção inicial foi a de desenvolver um sistema avançado para câmeras fotográficas, mas eles perceberam que o mercado não era grande o suficiente e redirecionaram seus esforços para produzir um SO móvel que rivalizasse com o Symbiam e com o Windows Mobile.

A entrada da Google

A Android Inc. foi comprada pela Google em 2005 por 50 milhões. Pouco se sabia sobre o sistema operacional naquela época, mas já existiam rumores de que a companhia estava planejando entrar no mercado de telefonia móvel com a aquisição.

A partir de então, a equipe liderada por Rubin começou a lapidar o sistema, preparando-o para os planos da Google. Nos bastidores, a empresa começou a negociar o SO com as fabricantes e as operadoras, prometendo um sistema flexível e atualizável. Um dos méritos da companhia foi conseguir alinhas diversos fornecedores de hardware e software, além de transportadoras.

O protótipo com teclado

A imprensa continuava a especular sobre a entrada da Google no setor enquanto a companhia agia secretamente. O primeiro aparelho candidato a receber o Android foi conhecido com o codinome “Sooner” e era bem semelhante a um BlackBerry, sem touchscreen e com um teclado QWERTY.

Porém, a Google mudou de ideia e resolveu investir em um dispositivo com touchscreen para disputar o mercado com os mais modernos concorrentes da época: o Prada, lançado em 2006 pela LG, e o iPhone, lançado em 2007 pela Apple.

A formalização da aliança

Finalmente em 5 de novembro de 2007 era anunciada a Open Handset Alliance, um consórcio de empresas incentivado pela Google que tinha como objetivo criar padrões abertos para a telefonia móvel. O Android foi apresentado como seu primeiro produto e se transformaria no carro-chefe da aliança.

A formação incluía a Google, diversas fabricantes, como HTC, Samsung e Sony, operadoras de telefonia, como Sprint, Nextel e T-Mobile, e fabricantes de chipsets, como a Qualcomm e a Texas Instruments.

O sonho se concretiza

O primeiro dispositivo equipado com Android foi o HTC Dream, lançado em 22 de outubro de 2008. Na época, a palavra Android nem era mencionada nos comerciais da empresa e produtos como Gmail e Google Maps eram referenciados como os diferenciais do smartphone.

O Android foi recebido com críticas devido à falta de algumas funcionalidades e softwares de terceiros (em comparação às outras plataformas mais estabelecidas), mas mesmo assim foi considerado inovador devido à sua natureza aberta, ao seu sistema de notificações e à pesada integração com os serviços da Google.

Um longo caminho

Desde então, o time de desenvolvedores da companhia tem se esforçado continuamente para melhorar gradualmente o sistema operacional móvel, adicionando novas funcionalidades e corrigindo bugs das versões anteriores.

A empresa cometeu alguns erros ao longo do caminho, como a demora para apresentar certas funções e os frequentes travamentos e lentidões do SO, mas ela sempre buscou reverter os problemas para oferecer uma navegação mais fluida e integrada. Confira agora a linha do tempo com as diversas e famosas atualizações do sistema, da versão 1.0 até o Android M.

Linha do Tempo: por dentro da evolução do Android

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.