Como capturar criaturas mais raras em Pokémon GO

28195345110131-t1200x480

Assim como no desenho ou nos jogos tradicionais (de Game Boy, DS e 3DS), todo mestre Pokémon começa pelo básico, capturando criaturas mais fracas e que não tem muita relevância na aventura. Em Pokémon GO, isso não é diferente, e você terá que capturar muitos pokémons mais básicos para poder avançar.

Conforma já noticiamos, há uma lista com categorias distintas da raridade de cada bichinho. Porém, como é possível encontrar Gyarados, Blastoise, Sycther e outros pokémons mais avançados, sendo que apenas Zubats, Digletts e Pidgeys aparecem? Confira o que fazer.

Evolua o seu nível de treinador

O primeiro passo para encontrar as divisões mais raras de pokémon não é sair por aí e tentar encontrá-los em locais remotos ou afastados da sua casa. Não adianta o quanto você ande, não será possível achar nenhum.

A grande sacada está em evoluir o seu level de treinador, que é diferente dos níveis dos seus pokémons. Para fazer isso, você deve jogar bastante. Ficou vago? Vamos explicar. Basicamente, todas as ações do game concedem experiência ao jogador, desde capturar monstrinhos a defender ginásios. Conquistar monstrinhos com técnicas avançadas de pokébolas geram XP extra também.

Depois de ganhar mais leveis, os Rattatas, Magikarps, Digletts e Caterpies dão lugares para criaturas mais interessantes, como Dratinis, Magmar, Lapras, Snorlax e muitos outros. No total, há 40 níveis de treinador, mas ao chegar perto dos 25 ou 30, todos os pokémons já estarão disponíveis. A partir daí, basta correr pela cidade em busca de outros monstrinhos ou usar as “trapaças”, como os apps ou mapas interativos.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.