Fure a fila: Como atualizar seu PC para o Windows 10

O Windows 10 foi lançado nesta quarta-feira (29). Logo, é de se imaginar que muitas pessoas estejam esperando o momento de atualizar suas versões, o que pode deixar alguns mais impacientes. Entretanto, o site Life Hacker descobriu uma forma de fazer isso furando a fila daqueles que estão aguardando.

Confira também:

>>> Download e a instalação do Windows 10

>>> Baixe e instale agora mesmo o Windows 10 via CD ou pendrive

>>> Windows 10: perguntas e respostas sobre a atualização

Segundo o site, basta realizar algumas etapas para que o seu computador seja atualizado para o Windows 10. Entretanto, é válido mencionar que isso só funciona para upgrades, e que o teste foi feito em uma máquina que possuía a reserva de uma cópia do novo sistema operacional da Microsoft.

Confira o que fazer a seguir: 

  • Antes de qualquer coisa, faça um backup de todos os seus arquivos;
  • Assim que estiver pronto para fazer o upgrade, acesse esta página e baixe a Microsoft Media Creation Tool. Carregue o aplicativo assim que o processo terminar;
  • Selecione a opção Upgrade This PC (Atualize esse PC) e clique em Next (Próximo);
  • Espere a Creation Tool concluir o processo. Após alguns minutos, o computador vai reiniciar e começar o upgrade, e quando o processo for concluído basta acessar Settings – About (Configurações – Sobre) para ver que o Windows 10 foi ativado.

Um adendo: caso não esteja seguro sobre esse método, aguarde o aviso da Microsoft de que você está pronto para atualizar o seu sistema para a nova versão do Windows.

Se você ainda não tem um Windows original para atualizar, clique aqui e compre o Windows 10 direto na Windows Store.

Chegada do Windows 10 movimenta tráfego insano e pode ‘quebrar a internet’

Microsoft está otimista em relação à adoção inicial do Windows 10, mas é possível que até mesmo as previsões mais exageradas da companhia sejam superadas — o que pode ser um problema para a conexão com a internet em todo o mundo.

Isso porque, de acordo com o WCCFTech, a empresa reservou um tráfego de 40 Tbps para enviar todos os arquivos de instalação e atualização do Windows 10 ao redor do mundo, pelas chamadas redes de distribuição de conteúdo (CDN, na sigla original). A CDN da companhia vai cuidar de boa parte dos downloads, mas não dá conta de toda a demanda.

O número parece grande demais, talvez inatingível? Pois saiba que, às 14 horas de terça-feira (28), um quarto desse valor já estava em vias de ser consumido. Para efeitos de comparação, a Apple costuma reservar e movimentar 8 Tbps em seus eventos de instalação. O consumo absurdo é um dos motivos que levou a Microsoft a realizar o pré-download de alguns arquivos antes da atualização em si, além de dividir o processo por região.

O que pode acontecer?

De acordo com analistas como Dan Rayburn ,  é possível que “alguns problemas” ocorram na internet durante a primeira semana de atualização para o Windows 10, graças à quantidade de tráfego em uso direcionado a um só conteúdo. Exemplos disso seriam downloads mais lentos, por exemplo, especialmente em servidores que já estão bastante ocupados em transferência de conteúdo.

Porém, a chance de “quebrar a internet” é mínima — o máximo que pode acontecer com você é a espera ser um pouco maior pela chegada da atualização. Além disso, se a Microsoft correr atrás, é quase certo que ela baterá algum tipo de recorde de tráfego com essa atualização.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.