Galaxy S8 e S8+ – Lançamento, Especificações Técnicas, Preços, Vídeos, Fotos

A Samsung apresentou hoje, em um evento em Nova York, o seu novo top de linha, o Galaxy S8, junto com a variante Galaxy S8+. Esses são os primeiros dispositivos de alto padrão que a empresa lança depois do fiasco do Note 7 e, por isso, as expectativas em volta dos novos smartphones são altas, tanto por parte da Samsung quanto por parte dos usuários.

O maior destaque dos novos Galaxy S8 e S8+ é o seu novo design, que incorpora uma tela diferente e bem mais espaçosa do que estávamos acostumados a ver: a chamada Infinity Display. Agora, o display vem no formato 18,5/9, que basicamente é a mesma proporção que você vê em telas de cinema.

Com isso, o visor consegue mostrar dois quadrados praticamente perfeitos, um acima do outro na tela. O S8 comum conta com 5,8’’ contra 5,1’’ do modelo anterior. O S8+ vem com 6,2’’ de display contra 5,5’’ do S7 Edge. Tanto o aparelho grande quanto o pequeno dispõe de proteção Gorilla Glass 5. Os dois também contam com 83% da superfície frontal coberta por tela utilizável.

Isso é interessante para multitarefa com visor dividido, já que há mais espaço para trabalhar com os dedos. Um detalhe curioso é que o corpo dos smartphones não ficou muito maior, mesmo com a mudança na proporção e no tamanho da tela. A Samsung praticamente eliminou as bordas laterais e diminuiu significativamente a inferior e a superior. Isso obrigou a marca a finalmente abandonar os botões capacitivos abaixo do display em favor de botões virtuais.

Entretanto, a Samsung trabalhou em uma forma de oferecer uma resposta háptica similar ao que se tinha com os botões físicos dos modelos anteriores. É algo parecido com o que a Apple tem nos novos iPhones, mas não há uma área específica na carcaça para apertar. A resposta hápticas é feita direto na tela.

O leitor de digitais foi parar na parte traseira dos smartphones, ao lado da câmera. Você pode imaginar que isso seja um problema, já que muita gente prefere o sensor na parte da frente ou se preocupa em sujar a lente da câmera com toques acidentais, mas na verdade não é.

O leitor de íris dos novos Galaxy são muito precisos e desbloqueiam a tela do celular com rapidez. Você também poderá usar esse recurso em outras aplicações, o que deve acabar sendo mais prático do que colocar o dedo na parte traseira para liberar alguma coisa.

O negócio é o software

O Galaxy S8 e o S8+ estão chegando ao mercado com o Android 7.0 Nougat e com a nova interface da Samsung, que é praticamente a mesma que vimos nos mais recentes lançamentos da empresa na linha Galaxy A.

O visual do software ficou mais simples e neutro, com um design mais plano e que deixa bem longe aquela TouchWiz lenta e pesada de algum tempo atrás. As animações parecem mais modernas, e as funcionalidades que a Samsung embarca no sistema estão mais organizadas.

Contudo, o maior destaque nesse departamento é sem dúvida a assistente digital da Samsung: a Bixby. A empresa já tinha comentado sobre como o seu software de inteligência artificial é mais avançado e mais versátil que Google Assistente, Siri e Cortana, e pelo que pudemos ver no evento, a empresa pode não estar exagerando. Claro que precisamos de tempo para testar esse recurso e fazer comparações para dar um veredicto sobre isso. Portanto fique no aguardo.

De qualquer forma, ela basicamente se integra ao smartphone de forma a entender melhor como a pessoa o utiliza e, com isso, consegue ajudar e automatizar tarefas de uma forma mais simples. É possível também interagir com a assistente com sua voz e pedir para que ela faça alguma coisa , enquanto você continua utilizando o celular com os dedos na tela.

Ou seja, diferente da Siri e do Google Assistente, ela é mais uma forma de integração de voz como interface do usuário, do que comandos de voz disponíveis para você. Por enquanto, a Samsung não deu detalhes de quais idiomas estarão disponíveis no lançamento. Confira mais detalhes sobre a assistente em nossa postagem completa sobre ela.

Hardware

Fora a questão do design desse novo hardware da Samsung, temos ainda que comentar acerca da configuração interna. O smartphone da coreana vem com o chipsets octa-core, mas a Samsung ainda não revelou os modelos. Seja como for, ambos os chips foram feitos no processo de 10 nm, o que os torna bem menores que as gerações anteriores e aumenta sua eficiência energética. Por isso, ambos devem oferecer mais tempo de autonomia de bateria para os novos top de linha da Samsung.

Galaxy S8

  • SO: Android 7.0
  • Dimensões e peso: 148,9 x 68,1 x 8,0 mm e 155g
  • Chipset: 4x 2,3 GHz + 4x 1,7 GHz ou octa-core 4x 2,35 GHz + 4x 1,9 GHz
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB UFS 2.1 + espaço para micro SD
  • Tela: 5,8’’ Quad HD 2K (2960×1440) Super AMOLED
  • Câmeras: Dual Pixel 12 MP com estabilização óptica, f/1.7 traseira e 8 MP AF com f/1.7 frontal
  • Bateria: 3.000 mAh com carregamento rápido e sem fio
  • Conectividade: WiFi a/b/g/n/ac MIMO, Bluetooth 5.0, USB-C, 4G LTE, GPS/GLONASS, NFC, MST

Galaxy S8+

  • SO: Android 7.0
  • Dimensões e peso: 159,5 x 73,4 x 8,1 mm e 173g
  • Chipset: 4x 2,3 GHz + 4x 1,7 GHz ou octa-core 4x 2,35 GHz + 4x 1,9 GHz
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB UFS 2.1 + espaço para micro SD
  • Tela: 6,2’’ Quad HD 2K (2960×1440) Super AMOLED
  • Câmeras: Dual Pixel 12 MP com estabilização óptica, f/1.7 traseira e 8 MP AF com f/1.7 frontal
  • Bateria: 3.500 mAh com carregamento rápido e sem fio
  • Conectividade: WiFi a/b/g/n/ac MIMO, Bluetooth 5.0, USB-C, 4G LTE, GPS/GLONASS, NFC, MST

Vale comentar ainda que os dois modelos contam com carregamento da bateria sem fio e um par de fones de ouvido feitos pela Samsung com a tecnologia da AKG. Além do mais, haverá no mercado incialmente várias opções de cor: preto, ametista, prata, azul e dourado.

Bateria mais segura

Esses novos celulares são os primeiros a passarem pelo novo processo de testes de segurança para a bateria. Tendo em vista o caos gerado pelas dezenas de unidades do Galaxy Note 7 que explodiram pelo mundo por conta de um defeito na célula de energia, a Samsung implementou um novo processo com oito passos de verificação.

A capacidade de carga de ambos os novos modelos é praticamente a mesma que encontramos nos modelos do ano passado, contudo agora temos conexão USB-C na parte de baixo. Essa conectividade também possibilita que o usuário conecte seu smartphone ao Samsung DEX, uma plataforma que transforma o S8 e o S8+ em um computador desktop.

Câmeras

As câmeras traseiras de ambos os smartphones da Samsung contam com praticamente o mesmo hardware do ano passado, mas isso não é uma má notícia. Os Galaxy S7 e S7 Edge ainda estão ente os melhores dispositivos de fotografia mobile.

Eles contam com sensores de 12 MP com abertura de f/1.7 e tecnologia de foto rápido PDAF. Outro detalhe interessante é a inclusão da captura em multi-frame, que basicamente combina uma série de imagens e oferece o melhor resultado para o usuário. Há ainda uma série de melhorias de software que provavelmente vão ocasionar melhores resultados em fotos.

A câmera frontal, por sua vez, foi significativamente melhorada. Ela agora conta com foco automático PDAF e, segundo a coreana, captura mais cor. O sensor frontal também recebeu uma abertura mais generosa, f/1.7.

Disponibilidade e preços

Os novos celulares top de linha da Samsung chegam ao mercado no dia 21 de abril, mas a pré-venda em muitas regiões já começa amanhã. Infelizmente, ainda não temos uma confirmação se isso será verdade também para o Brasil, mas esperamos que sim.

Nos EUA, as operadoras norte-americanas começarão a vender o Galaxy S8 desbloqueado por US$ 720 ou mais (R$ 2,2 mil sem impostos) e o Galaxy S8+ por US$ 840 ou mais (R$ 2,6 mil sem impostos) na mesma condição. Ainda não temos os preços oficiais da própria Samsung, nem valores para o mercado brasileiro.

Contudo, em uma rápida busca no Google, descobrimos que pelo menos três lojas online brasileiras já possuem páginas dedicadas ao dispositivo em seus sites: Walmart, Americanas e FastShop.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.