LG G6 – Lançamento, Especificações Técnicas, Preços, Vídeos, Fotos

O design de smartphones já não é tão interessante quanto costumava ser; os modelos topo de linha são basicamente belos pedaços de vidro e metal com telas brilhantes que te deixam contente, mas não impressionado. No ano passado, numa tentativa de combater a mesmice, a LG lançou o G5, um celular Android ambicioso que chamava atenção por um truque específico: um “slot mágico” que permitia plugar acessórios modulares, como câmeras e alto-falantes. Na essência, a tecnologia foi muito mal projetada, mas pior do que isso foi o fato de ninguém se importar com a possibilidade de personalizar um aparelho com módulos.

Especificações técnicas

  • Tela: 5,7 polegadas
  • Resolução: 2880×1440 pixels
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 821 quad-core
  • Clock de processamento: 2,35 GHz
  • Memória RAM: 4 GB
  • Memória de armazenamento: 32 GB (64 GB em mercados selecionados)
  • Câmera traseira: dupla, 13 MP
  • Câmera frontal: 5 MP
  • Bateria: 3.300 mAh

Com o novo G6, a LG apertou o botão resetar e está tentando algo totalmente novo, o que no final das contas significa voltar ao básico. O slot mágico foi embora. Baseado no pouco tempo brincando com o G6, é impressionante o quão práticas foram as escolhas de design desta vez, se comparadas com o slot mágico rudimentar. É difícil de dizer que o novo celular vem da mesma linha que o G5.

lg-g6-1

Existem duas características importantes que os aficionados irão perceber de cara. Primeiro, a tela tem proporção 18:9, o primeiro smartphone moderno a usar esse formato. Embora ele seja apenas um pouco mais comprido do que a proporção 16:9 tradicional dos outros celulares, é algo que você vai perceber imediatamente.

O novo formato basicamente permite que você veja mais da tela no modo paisagem ao assistir séries mais recentes (como Stranger Things da Netflix, que foi filmada em 18:9), e também ajuda no multitarefa. A LG fez um bom trabalho ao dividir a tela em duas em vários dos seus aplicativos padrão. O app da câmera, por exemplo, divide a tela em dois perfeitos quadrados. A parte de cima funciona como um visor, enquanto a parte de baixo mostra a última foto capturada. Outros aplicativos como o Calendário e Email também foram redesenhados para tirar proveito do novo formato no modo paisagem. O objetivo é, geralmente, tornar a navegação mais fácil quando o aparelho está no modo paisagem. Apesar disso, não é uma melhoria absurda a ponto de fazer eu querer utilizá-lo virado o tempo todo.

lg-g6-2

O G6 vem equipado com uma resolução pouco habitual de 2880 x 1440 pixels num display OLED. Você irá perceber que os números de resolução são diferentes por causa da escolha pelo formato 18:9. A tela é como a maioria dos celulares de alta qualidade do mercado.

Outra coisa que você irá perceber de cara são as incríveis bordas pequenas em todos os lados. O G6 não tem nenhum botão físico, além do ajuste de volume nas laterais. Ele é literalmente um bloco de vidro e metal. Minha aposta é que a LG está tentando se distanciar do erro do ano passado com essa abordagem que faz mais sentido.

lg-g6-3

O celular não parece ser exatamente super premium ou luxuoso – ele é um pouco grosso. O G6 possui 7,9 mm de espessura, comparado com os 7,3 mm do iPhone 7 Plus. Ainda assim, ele ainda é um pouco mais fino do que o Google Pixel XL, que tem 8,6 mm.

Mas senti que poderia usá-lo como meu celular principal facilmente, apesar dessa característica. O corpo de alumínio parecia bem robusto. A traseira do aparelho é praticamente idêntica a do modelo do ano passado, e faz sentido porque foi uma das coisas que a LG tinha acertado.

No papel, no entanto, parece que a LG deu uma diminuída nas capacidades de sua câmera. O G6 utiliza um sensor principal de 13 megapixels, um pequeno retrocesso em relação aos 16 megapixels do ano passado. A fabricante também decidiu trazer a câmera de ângulo aberto no sensor traseiro e frontal, o que facilita alguns truques. Existem algumas características no app da câmera – como a combinação de duas fotos em uma – mas a maioria dos “novos” truques já estavam disponíveis há anos em aplicativos de terceiros.

lg-g6-4

lg-g6-5

Outro detalhe que os fãs de câmera irão adorar é o grande upgrade no sensor frontal. O G6 câmera frontal de 5 megapixels capaz de tirar fotos normais ou em ângulo de 100 graus. A qualidade parecia ótima em nosso rápido teste, mas obviamente é algo que precisaremos mergulhar com mais calma no review completo. Vale notar também que as últimas câmeras da LG foram ótimas, então temos uma expectativa alta com o G6 baseado no curto tempo em que brincamos com ele.

Existem outros upgrades no software, como a nova interface de usuário feita especialmente para a proporção 18:9 chamada UX 6.0 – o modelo roda Android 7.0 Nougat com essa camada de personalização. O redesign agressivo é baseado no Android puro, mas será familiar para quem já utilizou algum outro smartphone da LG. É uma versão mais simples do que a LG fez no ano passado, mas é certo dizer que continua não sendo tão bom quanto o Android puro.

A nova interface vem com algumas mudanças da LG com os aplicativos pré-instalados como o calendário e email que tiram vantagem do formato da tela. Mais do que nunca, quando você está usando aplicativos padrão, você irá perceber a tela sendo cortada no meio, em dois perfeitos quadrados. É um visual limpo e algo que a LG quis que as pessoas experimentassem em todos os apps padrão. Certamente é algo diferente do que estamos acostumados a ver, mas não é algo tão radical quanto a marca tem dito.

O LG G6 é também o primeiro smartphone a sair da caixa com o Google Assistant, tirando o Google Pixel. Eu não diria que isso foi um acordo, já que o Google Assistant deve aparecer em outros smartphones no futuro próximo. E além disso, ele não é tão útil assim, de qualquer maneira.

O aparelho tem especificações de qualidade, como você poderia esperar de um topo de linha Android. Ele tem o último processador da Qualcomm (Snapdragon 821), 4GB de RAM, um slot para cartão microSD, bateria não-removível de 3200 mAh, classificação IP68 de resistência à água e poeira, o que significa que ele pode ficar até um metro debaixo d’água. São números padrões para um celular premium.

O G6 será o suficiente para salvar a divisão mobile da LG que tem afundado muito nos últimos tempos? A escalada para a relevância é um passo extremamente importante e foi dado, já que a companhia está enfrentando competição forte. Há ainda, é claro, o lançamento do Galaxy S8, que tem gerado muita expectativa.

Baseado nas nossas primeiras impressões, o LG G6 parece ser um pouco melhor do que o Google Pixel – que foi muito elogiado – graças as suas capacidades com a câmera, o corpo de alumínio e o fato de ser ligeiramente mais fino. Se isso é o suficiente para encantar os fãs de outros celulares Android é algo a se observar.

O LG G6 será vendido a partir dos dias 9 e 10 de março da Coreia do Sul e em seguida chegará aos EUA e Europa. A companhia não revelou detalhes sobre o preço, muito menos data de expansão para outros mercados, como o brasileiro.

Custo?

Ao que tudo indica, o LG G6 vai chegar ao mercado coreano por cerca de US$ 799 e isso deve ser levado também à Europa e aos Estados Unidos.

Em conversão direta, isso significa R$ 2.538, mas o aparelho deve chegar por valores mais altos, como você já deve saber. Quanto isso vai custar exatamente ainda é um mistério, mas devemos ter mais informações em breve.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.