Nokia C1 e Nokia P – Lançamento, Especificações Técnicas, Preços, Vídeos, Fotos

Embora a primeira iniciativa da HMD Global com a marca Nokia tenha sido um celular sem grandes atrativos de hardware, a companhia já está preparando produtos mais poderosos para se aproveitar da nova parceria. Mesmo com rumores apontando para o fato de que a primeira aposta no campo dos smartphones deva surgir na forma de um modelo intermediário, a fabricante parece já ter em suas mangas um gadget bastante poderoso.

Fotografias divulgadas na rede social chinesa Weibo nesta segunda-feira (19) mostram o que parece ser o protótipo do “Nokia P”, aparelho top de linha com o chipset Snapdragon 835. O gadget, baseado no sistema operacional Android, deve ter 6 GB de memória RAM e uma lente fotográfica Zeiss com sensor de 23 megapixels — e uma tela com resolução Quad HD, caso rumores anteriores se provem verdadeiros.

O vazamento aumenta as expectativas de um anúncio oficial ocorrido durante o Mobile World Congress 2017, algo que já está sendo cogitado há um tempo considerável. No entanto, como a HMD Global afirma que pretende “começar pequeno”, ainda há chances de que o gadget só seja revelado ao mundo em uma data posterior.

Nokia C1?

Além das imagens do protótipo Nokia P, a rede social Weibo também foi a responsável pela divulgação de renderizações de um gadget conhecido como Nokia C1. Também podendo ser encaixado na categoria “top de linha”, o produto teria o Snapdragon 830, 4 GB de RAM e opções de armazenamento com 32 GB, 64 GB e 128 GB.

Com hardware mais modesto que o Nokia P, o Nokia C1 ainda pode ser considerado um gadget top de linha

Outras características incluem uma câmera traseira com sensor duplo (12 MP e 16 MP), flash em LED triplo e uma lente frontal modesta de 5 MP. Outros detalhes incluem o sistema operacional Android 7.1, uma conexão USB-C e uma bateria com generosos 3.210 mAh — tudo isso sem deixar de lado uma conexão para fones de ouvido de 3,5 mm.

Até o momento está incerto se o Nokia C1 e o Nokia P são versões diferentes do mesmo gadget ou se eles se tratam de dispositivos completamente diferentes — as fotografias divulgadas reforçam a segunda possibilidade. O que a existência dos aparelhos deixa certo é que a HMD Global está bastante comprometida a explorar todas as possibilidades oferecidas pelo nome Nokia, mesmo que alguns desses dispositivos vazados nunca cheguem a ganhar um lançamento comercial.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.