Positivo Octa X800: Review + Preços R$

O Positivo Octa X800 é o mais novo top de linha da fabricante brasileira. Com configurações de respeito, processador de oito núcleos e bateria de longa duração, ele se mostra competitivo no segmento intermediário e pode bater de frente com Moto G, Zenfone 5 e outros smartphones. Tivemos a chance de testar o gadget e você confere agora os prós e contras do aparelho.

Design

O Positivo Octa X800 está disponível em três cores: branco, preto e, em edição limitada, na cor dourada. Esta última, bem elegante. Ele é fininho, com a agradável espessura de 7,9 mm. O revestimento de vidro Gorilla Glass também na parte de trás melhora o visual e ajuda na proteção, mas deixa o gadget um pouco escorregadio. Esse fator, associado às 5 polegadas do aparelho, dificulta a digitação ou outras ações feitas com uma mão só.

Algo que incomodou foi a dificuldade para colocar o chip ou o cartão de memória. É preciso usar um objeto que vem na caixa para destravar o compartimento. Não chega a ser um problema, mas não é nada prático.

Bateria

A duração da bateria surpreendeu. Foram quase dois dias de uso moderado, conectado à Internet, e com a tela com brilho mediano, sem ter que carregar o celular. Um alívio para quem já espera ter que deixar os aparelhos na tomada ao menos uma vez ao dia. Os 2.000 mAh do aparelho cumprem bem seu papel.

Desempenho

O X800 tem processador octa-core de 1,4 GHz, produzido pela MediaTek. É o primeiro smartphone octa-core da empresa e o primeiro do tipo fabricado no Brasil. Isso quer dizer que ele pode ativar cada um dos oito núcleos de acordo com as tarefas que estão sendo realizadas. Na prática, há um aumento do desempenho, pois há mais núcleos para utilizar, e redução do consumo, economizando bateria. Essa característica, que dá nome ao produto, é mesmo o ponto alto do aparelho, que funciona bem e com fluidez. Não houve travamentos durante os testes e todos os aplicativos e jogos rodaram com facilidade.

Outra vantagem é o Android “quase puro”. A Positivo optou por não mexer muito no sistema original, algo que ajuda no desempenho geral do smart. Ele ficou bem parecido com os celulares Nexus e os novos da Motorola. O X800 roda Android 4.4(KitKat) e tem atualização prometida pela empresa para a edição Android 5.0 (Lollipop).

Entre as características do Positivo Octa X800 também estão: 1 GB de memória RAM, 8 GB ou 16 GB de armazenamento, expansível com cartão micro SD para até 32GB, GPU Mali 450, GPS, Bluetooth 4.0, suporte para dois chips de operadoras e Wi-Fi padrão N.

O que faltou: suporte ao 4G, recurso que boa parte dos concorrentes já oferecem e que tem sido diferencial para consumidores que prezam pela velocidade da Internet.

Tela

A tela é de 5 polegadas IPS com 1280 x 720 pixels de resolução, uma ótima configuração para smartphones desse valor. Mesmo assim, a experiência com o display não é das melhores, já que as cores parecem pouco vivas.

Um detalhe: por padrão, o desbloqueio é feito movendo o “joinha”, símbolo da companhia, para qualquer lado da tela – o que ficou bem simpático.

Câmera

O Positivo Octa traz uma câmera traseira de 13 megapixels com flash e outra frontal de 5 megapixels. As duas permitem a captura de fotos por gesto, fazendo um “V” com os dedos, ou por voz, dizendo “xis”, algo que mostra a preocupação da fabricante com as selfies.

Mesmo com essa resolução, as câmeras deixam a desejar, produzindo imagens borradas e com qualidade inferior ao de celulares concorrentes na mesma faixa de preço.

Confira uma uma imagem capturada com a câmera do Positivo Octa X800:

Custo-benefício

O gadget é, sem dúvida, um acerto da Positivo. Um smartphone elegante, que funciona bem e que atende, no geral, às demandas dos consumidores. Lançado a preços agressivos (R$ 899 e R$ 949, para versões 8 GB e 16 GB), atualmente, já é possível encontrá-lo custando R$ 749 na versão 8 GB, em sites de pesquisas de preço. Para a decisão de compra, a dica é focar em qual dos quesitos anteriores é o mais importante no seu dia a dia.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.