Samsung pode trocar Android de seus produtos por Tizen

Samsung-Z1-Tizen

A Samsung estaria planejando migrar todos os seus aparelhos, dentre smartphones e tablets, para o seu próprio sistema operacional, o Tizen. Assim, a gigante sul-coreana abandonaria o Android, do Google, após anos de parceria.

A informação foi dada pelo jornal Korea Times, que conversou com um executivo da dona da linha Galaxy. É importante notar que essa informação não passa de um rumor, que não foi confirmado nem desmentido pela Samsung. Portanto, é bom ter um pouco de cautela antes de afirmar qualquer coisa.

O executivo da Samsung havia dito ao jornalista do Korea Times que “se você não tem o seu próprio ecossistema [de software], então você não tem futuro”. O Android, atualmente utilizado pela Samsung em seus celulares, é de propriedade da Google, que o licencia também para mais empresas usarem, como LG, Sony, Lenovo e outras.

O problema disso é que as empresas, apesar de economizarem, pois não precisam desenvolver um novo sistema operacional, perdem por não conseguirem dar uma integração mais ampla entre hardware e software. Isso é o sonho de qualquer empresa, conseguido apenas pela Apple e, em menor escala, pelo Google com os smartphones Nexus. Vale lembrar que a Samsung costuma personalizar o Android em seus smartphones, com a interface TouchWiz.

Ao migrar toda a sua linha de produtos para o Tizen, a Samsung conseguiria fazer essa integração ideal entre software e hardware, além de criar o seu próprio ecossistema. A empresa também teria intenção de fazer isso nos dispositivos vestíveis. Há, inclusive, rumores de que a companhia pode abandonar oAndroid Wear para focar apenas no Tizen em seus smartwatches.

Atualmente, dentre as fabricantes que utilizam o Android, a Samsung é a que mais vende, sendo líder de mercado até nos Estados Unidos, um dos mercados mais concorridos e equilibrados do mundo. Se a companhia abandonar o Android, certamente seria um grande golpe para a Google.

Via Korea Times

One Comment

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.