Super Mario Run: O que esperar do jogo para iPhone (iOS)

Super Mario Run é o primeiro jogo da Nintendo para iPhone (iOS), anunciado em setembro juntamente com o iPhone 7. Com jogabilidade simples e gráficos no estilo de New Super Mario Bros, o jogo promete cativar novos e antigos fãs.

De acordo com seu criador, Shigeru Miyamoto, Super Mario Run foi desenvolvido justamente com isso em mente: apresentar Mario a um novo público, que nasceu há pouco tempo e não teve contato direto com os games clássicos do encanador, no NES, Super Nintendo ou Nintendo 64. Porém, há novidades para fãs mais clássicos. Confira o que mais esperar do game.

World Tour

O modo World Tour é o principal em Super Mario Run. Aqui, a missão continua a mesma, ou seja, andar pelas fases para chegar ao fim e concluir o estágio com sucesso. A jogabilidade, contudo, se difere do restante da série. Em vez de um controle comum, o jogador precisa apenas tocar na tela para fazer Mario pular – o personagem corre sozinho.

Há alguns itens que fazem com que Mario pare ou ande para trás, dependendo da estratégia da fase. O modo padrão promete ser dividido em fases e mundos, como é nos jogos clássicos do personagem. Ainda não há menção de quantas fases serão exatamente, mas espere por um conteúdo digno da série.

Toad Rally

O modo Toad Rally é o multiplayer online do jogo. Nele, você pode desafiar amigos e competir para ver quem coleta mais moedas nas fases. A competição é assíncrona, ou seja, sem saber em tempo real a performance do competidor.

Ao final de cada fase, as moedas são contabilizadas e quem coletar mais vence, ganhando bônus no jogo. Há itens especiais e exclusivos do multiplayer, como o Coin Rush, capaz de fazer aparecer ainda mais moedas para o jogador.

Kingdom Builder

As moedas adquiridas no World Tour e Toad Rally podem ser usadas no Kingdom Builder, modo de construção e administração do Reino dos Cogumelos. O jogador também pode comprar itens decorativos com as moedas e posicioná-los como quiser.

De acordo com o item que o jogador comprar ou posicionar, será possível jogar uma fase bônus, que dá direito a ainda mais moedas, bilhetes e personagens – como Luigi, Toad, Yoshi e mais –, que poderão ser usados no lugar de Mario, dentro dos outros modos. Novos bônus podem ser adicionados via atualizações.

Fases gratuitas e pagas

Super Mario Run será gratuito, mas com fases limitadas. A versão completa, sem qualquer tipo de limitação, custará US$ 10, ou cerca de R$ 35, de acordo com a cotação do dólar no fechamento desta matéria.

Ainda não há detalhes de “quão limitado” o jogo será em sua versão grátis. A previsão é que seja como em outros jogos mobile, nos quais é possível jogar, mas com bastante dificuldade para evoluir e ganhar elementos e bônus grátis.

Online sempre

O título só pode ser jogado com uma conexão ativa com a Internet, seja 3G, 4G ou Wi-Fi. O jogo não funcionará offline de forma alguma. A Nintendo não explicou o motivo da decisão.

E chega quando ao Android?

Previsto para 15 de dezembro no iOS (iPhone), o jogo chegará em “data posterior” para Android. A data ainda não foi revelada pela Nintendo. Os fãs da plataforma deverão esperar por um anúncio oficial.

COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado.